• Confederação Internacional

    da Sociedade São Vicente de Paulo

    30 milhões de pobres no mundo ajudados

  • Confederação Internacional

    da Sociedade São Vicente de Paulo

    "Eu gostaria de envolver o mundo em uma rede de caridade"

Frederico Ozanam

frederic ozanam

“Gostaria de abraçar o mundo numa rede de caridade”
É com este desejo que Frederico Ozanam co-fundou a sociedade de São Vicente de Paulo, em 1833. Francês, nascido em Milão, Ozanam contribuiu para a renovação da doutrina social cristã. Resolutamente aberto ao humanismo e ao universal, concebeu a SSVP como uma rede mundial de caridade, inseparável do ideal da justiça.

23 de Abril, nascimento em Milão. Antoine Frédéric Ozanam (comumente chamado Frédéric) é o filho de Jean-Antoine François Ozanam, doutor em medicina, e de Marie Nantas, filha de comerciante. Dois anos depois, a família Ozanam retorna à cidade de Lyon de onde era originária. Frederico é o 5º. de 14 crianças, das quais apenas quatro sobreviveram. A família, que vive envolta por uma atmosfera calorosa e harmoniosa, está profundamente impregnada do fervor cristão.

1831: chegada a Paris. O jovem Ozanam inscreve-se na Faculdade de Direito de Jussieu. A sua descoberta da capital marca-o profundamente. Alma sensível, é muito afectado pela grande miséria, pelas condições sanitárias deploráveis nos bairros populares, pela pobreza extrema da classe operária. Para enganar a sensação de impotência, frequenta o bairro latino e encontra entre os colegas alguns companheiros, católicos devotos, que se tornam seus amigos e graças a quem ele consegue manter a sua Fé, num momento em que muitos se estão afastando da religião.

1832: A epidemia de cólera, que fez cerca de 100 000 vítimas, faz Frédéric decidir-se a pôr a Fé em prática sob a forma de caridade junto dos pobres.
Frequentando as conferências de história, que reúnem numerosos estudantes, ele é inspirado a criar um grupo com alguns jovens católicos «composto por bravos e piedosos amigos que juntam o trabalho às palavras e, assim, afirmam a verdade da sua Fé pelas obras», dando-lhe o nome de “Conferência de Caridade”.

A primeira reunião tem lugar em 23 de Abril de 1833 perto da Igreja de Saint-Sulpice, sob a presidência de Emmanuel Bailly que se torna o mentor deste pequeno grupo de jovens. A Conferência coloca-se sob o patrocínio de São Vicente de Paulo, Apóstolo da Caridade. A Sociedade de São Vicente de Paulo nascera.
Brevemente, o grupo cresce e foca-se em duas áreas: a visita a pessoas e famílias pobres de Paris, e a vida espiritual dos seus membros. Uma religiosa, Irmã Rosalie Rendu junta-se-lhes. O seu ensino e a sua prática da Caridade no bairro Mouffetard mostra-lhes o caminho para a espiritualidade vicentina. O crescimento é tal que o grupo se divide, para criar outras Conferências em Paris e na província.

Em 1841, a Sociedade possui aproximadamente 10.000 membros, em 133 cidades; ela estabeleceu-se em Inglaterra, na Escócia, na Irlanda, na Bélgica, na Itália… Frédéric Ozanam prossegue a sua obra mas vê a sua saúde degradar-se rapidamente. No regresso duma viagem a Itália, faleceu em 8 de Setembro de 1853. Nessa ocasião, a Sociedade está presente em 29 países e tem 900 Conferências em França.

Em 2013, a Sociedade de S. Vicente de Paulo festeja o Bicentenário do nascimento do seu fundador e os seus 180 anos de existência. Em quase dois séculos, a Sociedade expandiu-se pelo mundo inteiro. Apesar do descontentamento crescente pelo catolicismo e as dificuldades de praticar a Fé em alguns países, os membros da SSVP continuam fiéis ao espírito insuflado por Frédéric Ozanam: ir junto aos pobres, encontrá-los nas suas casas, com respeito e fraternidade.