• Confederação Internacional

    da Sociedade São Vicente de Paulo

    30 milhões de pobres no mundo ajudados

  • Confederação Internacional

    da Sociedade São Vicente de Paulo

    "Eu gostaria de envolver o mundo em uma rede de caridade"

Voltar à lista

A SSVP presente com outras ONGs durante uma reunião do ECOSOC (Nações Unidas)

16 Março 2017 Notícias do CGI Aide et développement

A SSVP presente com outras ONGs durante uma reunião do ECOSOC (Nações Unidas)

Do dia 1º ao 10 de fevereiro de 2017, representantes de Estados membros e de organizações não-governamentais do mundo inteiro creditadas pelo ECOSOC se reuniram em Nova Iorque a fim de debater sobre o tema seguinte: “Estratégias de erradicação da pobreza” para alcançar um desenvolvimento durável para todos. 

Representada por Pattie Hughues, a Sociedade de São Vicente de Paulo, engajada mundialmente nesta luta contra todas as formas de misérias, tomou parte no debate em fevereiro passado ao lado, entre outros, de membros da Família Vicentina. 

Durante as discussões, os membros da família Vicentina e em particular a missão permanente do Conselho da Irlanda para as Nações Unidas apresentaram aos membros da assembleia um documento tratando da estratégia de erradicação da pobreza da SSVP, intitulado “desafio do engajamento popular, apoio e mudança sistêmica”. 

Outros representantes de organizações internacionais tomaram a palavra. Pattie Hugues compartilhou um depoimento: “Na Índia, uma antiga prostituta proveniente de um meio muito pobre conseguiu transformar o rumo de sua existência: graças a um sistema de microfinanças ela começou a cuidar de uma fazenda de criação de galinhas. Hoje, sua empresa é auto-suficiente e gera renda.  Esta mulher pode assim pagar a educação de sua filha que poderá ela também trabalhar e se emancipar enquanto mulher livre. Além do aspecto material, é também na cabeça que se operou uma verdadeira mudança: ela se sente em paz e liberada das redes de prostituição das quais ela era dependente. Sua vida mudou.” 

A SSVP, ativa no seio do ECOSOC desde 2011, tenciona desenvolver e estabelecer relações estreitas com os órgãos institucionais tais como as Nações Unidas sendo que este assunto faz parte do programa de seu Presidente Geral, Renato Lima de Oliveira.

Recentemente, este escreveu uma carta ao novo Secretário Geral da ONU, Antonio Guterres, que sucedeu oficialmente a Ban-Ki-Moon em janeiro passado. Em nome da SSVP, ele lembrou assim que em 200 anos de existência a organização adquiriu um forte conhecimento relativo às políticas públicas para o desenvolvimento humano e que ela gostaria de continuar a se envolver e apoiar o esforço coletivo visando construir uma verdadeira “cultura de paz” em todas as partes do mundo.