• Confederação Internacional

    da Sociedade São Vicente de Paulo

    30 milhões de pobres no mundo ajudados

  • Confederação Internacional

    da Sociedade São Vicente de Paulo

    "Eu gostaria de envolver o mundo em uma rede de caridade"

Voltar à lista

A SSVP na Costa do Marfim "Os Vicentinos estão prontos!"

05 Abril 2017 Notícias dos Conselhos Actualités des Conseils

A SSVP na Costa do Marfim "Os Vicentinos estão prontos!"

Localizada na África do Oeste, a Costa do Marfim faz parte da zona 1 do território África 3. Conta atualmente com 3 conferências em atividade. Outrora bem implantada no país, a Sociedade de São Vicente de Paulo passou por um período difícil e tenta hoje recomeçar. No último mês de fevereiro, um encontro entre os membros do CGI e os representantes da SSVP ocorreu em Abidjã no mês de fevereiro, que permitiu discutir a situação.

Histórico

A SSVP na Costa do Marfim nasceu em julho de 1952 com a criação de uma primeira Conferência em Treichville (município de Abidjã). Antes dos eventos ligados à crise política que atravessou o país nos anos 2000, o número de Conferências ativas aproximava-se de vinte. Os conflitos e a crise pós-eleitoral de 2010 pararam as atividades das Conferências, e a SSVP entrou em uma fase de letargia da qual saiu há pouco, com a instalação de uma equipe nova muito investida na missão, sob a orientação de Hélène Yao, Presidente Nacional há um ano e meio.

As prioridades da nova equipe:

A nova equipe começou inicialmente por restabelecer as relações com a Igreja de forma a ter contato com o clero. Pedidos foram feitos para encontrar o Arquebispo de Abidjã. A Presidente Nacional foi recebida, pouco tempo após a reunião de 11 de fevereiro, pelo Vicário Geral que demonstrou um vivo interesse pela SSVP e pela sua vocação. A etapa seguinte constitui em encontrar e obter o reconhecimento do Diretor das Obras Diocesanas de Abidjã. Hélène YAO Presidente Nacional explica: "foi uma etapa importante por que este reconhecimento vai nos permitir falar diretamente com os paroquianos durante as reuniões e as missas; e este é a melhor maneira de fazer conhecer as atividades da Sociedade, despertar o interesse e recrutar novos membros". Este programa de tomada de contato começou em 2016 e continua em 2017, com o objetivo adicional de revivar as Conferências atualmente inativas e criar novas.

A emergência era também de dar ao Conselho Nacional um Conselheiro Espiritual, e contato foram feitos nesta direção com os Filhos da Caridade (Paróquia de Santo Antônio do Porto em Abobo - município de Abidjã). As geminações devem também ser reativadas ou criadas. Lievin Andhanga Muamba (Vice-Presidente Territorial - África 3) e Marcel Tonde (Coordenador de Zona) revelaram assim que a taxa de geminação era muito pequena na escala do continente, e que isto deveria ser melhorado.

Atividades e projetos

ill abidjan

Apesar da sua presença na Costa do Marfim há mais de 60 anos, a SSVP sofre de uma falta de visibilidade e de recursos, ligada não apenas à pobreza do país e ao seu nível de desenvolvimento, mas também ao número insuficiente de membros. A Costa do Marfim têm 16 dioceses, e o objetivo é de trabalhar inicialmente em Abidjã, e depois ir para as outras regiões iniciando um trabalho de conscientização. Para tanto, o Conselho Nacional precisa de recursos. Está prevista uma atividade remuneradora (um centro digital) para autofinanciar as atividades e as despesas correntes. Este centro oferecerá também equipamento informático de base graças a uma doação do exterior e beneficiará de um acesso à internet, uma vantagem significativa num país onde o preço da conexão é alto. Mas o essencial dos custos de funcionamento do Conselho ainda é pago pelos membros que contribuem com o próprio bolso ou pelas suas cotizações.

O trabalho das Conferências varia de acordo com a localização:

- A Conferência de Santo Andreas de Yopougon, próxima ao presídio de Abidjã, concentra parte de suas atividades com os detentos. Os membros integram um coral São Vicente de Paulo que organiza regularmente apresentações solidárias. Cada ano, uma doação é feita em benefício de uma obra filantrópica (por exemplo, a creche de Dabou, na periferia de Abidjã).

- A Conferência Santa Teresa de Marcory, também localizada na capital, realiza a visita de pessoas doentes hospitalizadas, em particular aquelas que perderam o apoio da família.

Os membros destas duas Conferências têm previsto muitos projetos, mas enfrentam um comum obstáculo: a ausência de um local, devido à indisponibilidade de terrenos. Um local permitiria desenvolver atividades remuneradoras.

- A terceira Conferência se encontra em Katiola (400km de Abidjã). Em área rural, a ação da SSVP veste aspectos múltiplos: os membros vicentianos estão envolvidos na vida da comunidade, apoiam materialmente e espiritualmente os mais pobres, mas podem também receber solicitações de mediação familial ou de vizinhança.

Os vicentianos da Costa do Marfim enfrentam outras dificuldades, como a falta de boa vontade, em particular entre os mais jovens, que hesitam em investir-se numa atividade não lucrativa enquanto devem lutar para a própria sobrevivência. Apesar disto, a pequena equipe do Conselho Nacional e os membros das Conferência são muito motivados: "Estamos conscientes do caminho que ainda deve ser percorrido" declara a Presidente Nacional, "mas estamos prontos para fazer plenamente parte da rede mundial de caridade".